Cuidando do seu sono

Insônia pode ser definida tanto pela dificuldade de adormecer de continuar dormindo quanto pelo despertar antes do esperado e não conseguir pegar no sono novamente. É possível que você tenha passado por essa experiência desagradável recentemente, porém está na dúvida até que ponto isso é um problema. Caso você tenha tido uma noite ruim algumas vezes por semana no último mês, já pode ser a hora de procurar ajuda profissional. Principalmente se isso estiver afetando seu cotidiano, por exemplo, com falta de concentração ou alteração de humor.

A insônia:

  • é mais comum em mulheres, principalmente após a menopausa e no final da gestação, e em pessoas idosas.

  • Pode ocorrer como um problema isolado ou fazer parte de outros problemas de saúde, com doenças cardíacas e refluxo gastroesofágico.

  • Tem relação importante com a saúde mental. Insônia está associada a gravidade de quadros como depressão, transtorno de ansiedade e problemas com álcool.

O tratamento da insônia começa com um diagnóstico cuidadoso, considerando outros sintomas e doenças associadas ao transtorno de sono. O uso de medicamentos no tratamento da insônia, se indicado, deve ser feito considerando todo o quadro. É importante saber que há outras medidas importantes, como a higiene do sono e o controle de estímulos. Essas medidas comportamentais englobam ações como:

  • Prática regular de atividade física, de preferência de manhã ou de tarde.

  • Fazer refeições mais leve no jantar e limitar a ingestão de líquidos no final do dia

  • Reduzir o consumo de café ,e outros alimentos com cafeína, chás preto e verde, e mate, no final da tarde e à noite.

  • Usar a cama apenas para dormir e atividade sexual. Evitar estudar, trabalhar, assistir à televisão e se alimentar no quarto.

  • Evitar luzes brilhantes no quarto.

  • Deitar-se na cama quando realmente estiver com sono, reduzindo o tempo deitado na cama acordado. Da mesma forma, pela manhã, levantar-se logo após acordar.

  • Restringir os cochilos durante o dia.

Essas orientações devem ser adaptadas conforme as características e rotina de cada indivíduo e planejadas junto com seu médico após avaliação do quadro.


Jonathan Rodrigues de Assis

Psiquiatra

CRM SP 194441 RQE 72074




20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo